Posts Em Destaque

Revelando Sons | Arthur Figueirôa

Brasília é uma cidade singular. Sendo uma das poucas cidades planejadas previamente a sua construção, reuniu trabalhadores de todo o país. Com o tempo, se misturaram povos e culturas, formando a diversidade candanga que recebe de forma hospitaleira os costumes e sons de todas as regiões.

A nossa capital hoje é a casa de Arthur Figueirôa. O trombonista recifense, que toca desde os 12 anos, é mestrando em Música pela Universidade de Brasília — UnB. É músico há 7 anos, participando também da banda da Base Aérea de Brasília e de concertos da Orquestra Sinfônica da UnB.

Arthur Figueirôa (terceiro, da esquerda para a direita), tocando na banda da Base Aérea de Brasília.

Arthur Figueirôa (terceiro, da esquerda para a direita), em apresentação na Casa do Professor da UnB. (Foto/Reprodução)


Seu projeto atual chama-se "Pouca Nota", que dissemina a música instrumental com metais — como trombone de vara, trompete, sax barítono, sax tenor e tuba — e percussões. A sonoridade do grupo busca explorar timbres diferenciados em músicas de amplo conhecimento, bem como de autoria do próprio grupo, inspirado em iniciativas como o americano Lucky Chops. É interessante observar as adaptações feitas nas canções, pois não é comum uma formação musical como essa.

Ainda não foram disponibilizados vídeos do Pouca Nota, mas é um projeto que precisamos ficar de olho.


Enquanto isso, curte aí Lucky Chops - Hello (Adele Cover), pra sentir a influência da pegada do grupo!




#musicabrasileira #instrumental #musicainstrumental #mpb #brasil #improvisobrasil #ArthurFigueirôa #PoucaNota #jazz #blues #chorinho #piano #sax #trombone

Posts Recentes