Posts Em Destaque

Destaque |Diones Correntino


Músico pianista, compositor e arranjador. Sua expressão artística é elogiada e destacada pela versatilidade e habilidade em explorar os campos da música brasileira estabelecendo diálogos com as sonoridades e nuances do jazz, da música contemporânea improvisada e da música clássica ocidental. Apresentou seus trabalhos em importantes festivais e teatros como a série instrumental Guiomar Novaes promovido pela Sala Cecília Meireles , Goyaz Festival, FIGO e o Festival de Música Brasileira da North Texas University. Como músico procura direcionar sua expressão para múltiplos campos de atuação, onde seja possível exploar interpretação, composição e improvisação em suas múltiplas linguagens.

Natural de Goiânia, formou-se como bacharel em piano clássico na Escola de Música e Artes Cênicas-UFG, sob orientação do pianista/professor Luiz Medalha. Paralelamente ao estudo formal de música e piano, também realizou o curso de MPB e Jazz do Conservatório de Tatuí e participou de cursos de músicos compositores, arranjadores e improvisadores como André Mehmari, Laércio de Freitas, Nelson Ayres, Leandro Braga, Itiberê Zwarg, Gilson Peranzzetta, Cláudio Dauelsberg e Paulo Braga, além de aulas sobre jazz e improvisação contemporânea com Hankus Netsky no New England Conservatory.



Possui mestrado em música-performance musical (linha de pesquisa música, criação expressão) pela UFG/EMAC e tem atuado como performer e como pesquisador da música brasileira e da música contemporânea improvisada. Atualmente é professor assistente da Escola de Música e Artes Cênicas-UFG, onde trabalha com pesquisa e ensino.

Tocou com músicos como Arismar do Espírito Santo, Mônica Salmaso, Mauro Senise, Thiago do Espírito Santo, Toninho Horta, Bororó e Itiberê Zwarg. Participou da gravação do DVD da Orquestra de Percussão e Sopros do Cerrado que contou com a participação de músicos como Gilson Peranzzetta, Nailson Simões, Duda e Charles Schlueter. Como arranjador fez parte do projeto FUNARTE -"Homenagem a Luiz Gonzaga" e trabalhou com o choro "13 de Dezembro" para a formação de Banda Sinfônica e Acordeom. Em 2015 gravou seu primeiro disco, Diones Correntino Quarteto-Som Mestiço, com composições e arranjos que visitam os mundos da música popular, música clássica e o jazz. O álbum recebeu destaque entre os 30 melhores Cds do ano de 2015, no gênero música instrumental, segundo o crítico musical Carlos Calado, autor do blog Música de Alma Negra e jornalista do jornal Folha de São Paulo.




Fonte: Biografia, fotos e vídeo extraído do site e arquivo pessoal do artista para divulgação.

http://www.dionescorrentino.com/

#brasil #blues #chorinho #improviso #improvisobrasil #instrumental #jazz #musicabrasileira #mpb #musicainstrumental #piano

Posts Recentes