Posts Em Destaque

Sons do Brasil | Salomão Soares no Festival de JAZZ DE MONTREUX


O pianista paraibano Salomão Soares acaba de ser selecionado para disputar o título de melhor pianista no Montreux Jazz Festival, que acontece na Suíça entre os dias 30 de junho e 15 de julho. Como o único representante da América Latina, Salomão concorrerá ao lado de músicos franceses, ucranianos, americanos, russos e alemães e apresentará sua composição Boizinho Universal.

(Assista o video).

Nascido e criado em Cruz do Espírito Santo, município localizado na região metropolitana de João Pessoa, o pianista e arranjador de 25 anos, hoje vive em São Paulo. Durante sua infância e adolescência, sempre ouviu boa música em casa, incentivado pelo pai, um apaixonado pela música brasileira de Luiz Gonzaga, Paulinho da Viola e Elis Regina e a mãe, que tinha todas aquelas melodias antigas na ponta da língua, além de dedilhar algumas das quais gostava ao violão. Também cresceu ouvindo histórias do sertão paraibano, tocando saxofone na banda marcial da cidade, batendo triângulo, zabumba e pandeiro embalado pelas festas de São João.

Começou tocar profissionalmente em 2004, aos 14 anos, mas foi a partir de 2008, que passou a se dedicar aos estudos e ao seu desenvolvimento como instrumentista, arranjador e compositor. Como consequência dessa busca, Salomão seguiu com destino à São Paulo para expandir suas fronteiras e se formou em Piano Popular pelo Conservatório Dramático e Musical de Tatuí, sendo orientado pelo pianista André Marques.

Salomão transita entre as diversas linguagens da música popular, que lhe permitem uma versatilidade muito grande em seus trabalhos. Já tocou ou gravou com artistas como Hermeto Pascoal, Filó Machado, Gabriel Grossi, Nenê, Vinicius Dorin, Fábio Leal, Arismar do Espírito Santo, Gabriel Grossi, Altay Veloso e Lilian Carmona. Excursiona com o Rodrigo Digão Braz Trio, participando de festivais pelo Brasil inteiro. O trio gravou, no final de 2014, o seu primeiro disco intitulado “Carvão”. Salomão Soares também produziu e arranjou o disco “Casa que é mundo"“ da cantora paraibana Rinah, que será lançado em 2016.

Ministrou a Oficina da Música Universal com Itiberê Zwarg e Rodrigo Digão Braz no Sesc Pinheiros - São Paulo, em 2014 e a oficina de Improvisação na Música Universal no Festival MUTUM – Taquaruçu, Tocantins, em 2015.

FONTE: Arquivos enviado pela acessória do artista, site e redes sociais.

Site

Canal Youtube

Facebook


#SalomãoSoares #Pianista #Paraiba #MontreuxJazzPianoCompetition #FestivaldeJazzdeMontreux

Posts Recentes